Guia do Visitante

Download disponível na íntegra: (PDF 60Kb)

O prédio que abriga a Câmara dos Deputados e o Senado Federal é um marco arquitetônico da Capital da República e está de portas abertas para receber visitantes interessados em conhecer um pouco mais sobre o Poder legislativo brasileiro.

Aqui, deputados e senadores, representantes eleitos do povo e dos estados, dedicam-se a discutir e elaborar leis, a fiscalizar e controlar os atos do Poder Executivo, a aprovar o Orçamento da União, entre outras atribuições de fundamental importância para o Brasil.

Esperamos que a visita à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal amplie a compreensão sobre a história e o papel dessas duas instituições democráticas.

Para que você aproveite ao máximo a visita ao Congresso Nacional, observe estas orientações:

A visitação ao Congresso Nacional é gratuita e acontece de forma integrada entre o Senado Federal e a Câmara dos Deputados. Mediadores de ambas as Casas se revezam na condução dos grupos.

A duração do percurso da visita é de cerca de 60 minutos. O acesso é gratuito.

Às terças, quartas e quintas-feiras, dias de maior movimento no Congresso, é obrigatório o agendamento prévio para realização das visitas.

Nos finais de semana e feriados, o acesso dos visitantes é feito pela rampa principal, na entrada do Palácio que fica em frente à Esplanada dos Ministérios. O grupo é recepcionado no Salão Negro.

Em dias úteis, o atendimento é transferido para a Chapelaria (Salão Branco, no subsolo). Fique atento às placas de sinalização no início da rampa.

Em dias úteis, o limite máximo por grupo é de 50 pessoas. Nos finais de semana e feriados, 70.

Às segundas e sextas-feiras basta se apresentar aos balcões de atendimento do Programa Visite o Congresso e aguardar o horário da próxima visita. Para visitas às terças, quartas e quintas-feiras, o agendamento é obrigatório e deve ser realizado até as 17h do dia anterior.

Nos finais de semana e feriados não é necessário agendar. Os grupos são atendidos conforme a ordem de chegada.

Em dias úteis, devem agendar com antecedência grupos com mais de 15 pessoas ou que desejem visitas em outros idiomas como o inglês, espanhol, francês e em Libras.

Recomenda-se também o agendamento para pessoas com algum tipo de deficiência ou dificuldade de locomoção.

Para agendar, clique aqui.

O horário marcado deverá ser respeitado, uma vez que as visitas ocorrem a cada meia hora e vários são os grupos agendados sucessivamente.

O atendimento, em caso de chegada antecipada ou atrasos, dependerá do movimento do dia e da disponibilidade de pessoal. Se houver imprevistos, faça contato com a área de Relações Públicas de uma das instituições.

De acordo com a conveniência de áreas específicas das duas Casas legislativas, é possível visitar espaços não contemplados pelo roteiro da visita padrão.

No Senado, eventualmente podem ser agendadas visitas especiais ao Arquivo, à Gráfica, aos veículos de Comunicação e ao Viveiro do Senado, por exemplo.

Na Câmara, da mesma forma, podem ser agendadas visitas a áreas específicas da Casa.

Visitas aos gabinetes e contato com senadores e deputados devem ser solicitados diretamente às assessorias dos respectivos parlamentares.

O Palácio do Congresso Nacional está aberto à visitação das 8h30 às 17h30, com a saída do primeiro grupo às 9h. Também são realizadas em inglês, francês, espanhol e libras, para as quais sugerimos que sejam agendadas para garantir a visita. O acesso é gratuito.

Em dias úteis, é proibida a entrada de pessoas vestindo bermudas, shorts, camisas sem mangas, minissaias e chinelos. Essas restrições não se aplicam a crianças de até 12 anos de idade.

Recomenda-se calça comprida, camisa com manga, vestido ou saia na altura do joelho.

Em algumas circunstâncias, como em sessões solenes, ou locais como a Tribuna de Honra do Plenário do Senado ou o Salão Verde da Câmara, é exigido dos homens o uso de terno e gravata. Em caso de dúvida, entre em contato.

Apoio à pessoa com deficiência ou dificuldade de locomoção

O Programa Visite o Congresso possui intérpretes de Libras, material impresso em Braille, triciclos e cadeiras motorizadas.

Para facilitar a disponibilidade desses recursos, recomenda-se o agendamento prévio.

Todos os visitantes, bem como seus pertences, devem passar pelo detector de metais. Armas de qualquer tipo ou objetos como tesouras e alicates devem ser deixadas sob a custódia temporária de uma das Polícias legislativas.

Não é permitido consumir alimentos ou bebidas de qualquer tipo durante a visita. Há algumas opções de restaurantes e lanchonetes na Câmara e no Senado em dias úteis. Caso tenha interesse, peça informações aos mediadores ou aos recepcionistas. Porém, nos finais de semana e feriados, os mesmos permanecem fechados.

Desde que o equipamento não seja profissional, é permitido fotografar e filmar em todo o percurso, exceto nos Plenários quando há sessão.

Durante a visita, desligue ou coloque o celular em modo silencioso.

As obras de arte expostas nos espaços visitados são patrimônio de todos os cidadãos brasileiros. Não toque nas esculturas e não use flash para fotografar as pinturas. Ajude a conservá-las para as futuras gerações.

 

Cidadãos interessados exclusivamente em assistir às sessões plenárias devem se dirigir às galerias dos Plenários (após identificação em uma das portarias), obedecendo aos seguintes procedimentos:

  • Passar pelo controle de raios-X;

  • Deixar objetos como bolsas, mochilas, câmaras fotográficas, celulares, livros, bonés, entre outros, no guarda-volumes localizado à entrada das galerias;

  • Observar as “instruções sobre trajes”;

  • Não se manifestar;

  • Não se apoiar sobre os parapeitos das galerias.

Recomenda-se consulta aos portais eletrônicos da Câmara e do Senado para confirmar o tipo e o horário da sessão. A entrada nas galerias é condicionada aos aspectos de segurança e à capacidade de lotação.

O Museu Histórico Itamar Franco funciona no Salão Nobre do Senado Federal e exibe obras de arte, objetos e mobiliário das antigas sedes, época em que o Senado funcionava no Rio de Janeiro. Abre diariamente à visitação pública das 9 às 13 horas e das 14 às 17 horas.

O Museu da Câmara dos Deputados organiza diversas exposições de seu vasto acervo, como a dos Presentes Protocolares, no Salão Verde.

A Câmara e o Senado realizam, durante o ano, várias exposições institucionais, históricas, artísticas e fotográficas de caráter temporário.

Fique atento à programação divulgada nos portais eletrônicos das duas Casas. Atente para o fato de que alguns espaços só podem ser visitados em dias úteis.

A Biblioteca Acadêmico Luiz Viana Filho, do Senado Federal, foi uma das primeiras que surgiram à época do Império brasileiro e conta com um acervo especializado em Ciências Sociais. Está aberta aos usuários externos nos dias úteis, das 9 às 14 horas.

A entrada mais próxima é pelo bloco 2B do Senado, na Via N2.

A Biblioteca Pedro Aleixo integra o Centro de Documentação e Informação da Câmara dos Deputados e possui um acervo com cerca de 200.000 volumes, sendo uma das maiores de Brasília e do País.

Usuários externos podem realizar consultas locais em dias úteis, das 9h às 18h30. A Biblioteca está localizada no Anexo 2 da Câmara dos Deputados.

As duas bibliotecas dispõem grande parte de seus acervos em versão on-line. Acesse:

http://bd.camara.leg.br/bd

http://www.senado.leg.br/senado/biblioteca

O texto da Constituição Federal brasileira está disponível, na íntegra, nas páginas da internet do Senado e da Câmara, inclusive para download em formato pdf.

Versões impressas podem ser adquiridas tanto na Câmara quanto no Senado. Consulte os pontos de venda da Livraria do Senado e das Edições Câmara ou pergunte a localização nos balcões de atendimento ou acesse os respectivos sites.

Ônibus de excursão e veículos de passeio podem estacionar na Alameda dos Estados, via da Esplanada dos Ministérios localizada em frente ao Palácio do Congresso Nacional, e que exibe as bandeiras das Unidades da Federação.

Ao final da visita, registre sua opinião sobre o Programa Visite o Congresso nas fichas de avaliação da visita que estão disponíveis no final da visita e nos balcões de atendimento.

Elogios, críticas e sugestões são analisadas e respondidas e servem como subsídio para melhorar o programa de visitas do Congresso Nacional.

  • Secretaria de Relações Públicas do Senado Federal:

visite@senado.leg.br

(61) 3303-4671 ou 1994  ou 2994 (dias úteis)

(61) 3303-4410 (finais de semana)

 

  • Departamento de Relações Públicas e Divulgação da Câmara dos Deputados:

visitas@camara.leg.br

(61) 3216-1771 ou 1772 (dias úteis)

(61) 3216-1768 (finais de semana)

Internacional

Como chegar

Como chegar ao Congresso Nacional

Congresso Nacional

Praça dos Três Poderes, Zona Cívico-Administrativa - Brasília - DF
CEP - 70165-900



Facebook